domingo, 18 de dezembro de 2011

A felicidade são alguns feixes de luz.

I'm sorry for wasting your time

Eu consegui ser eu mesma com você, porque desde o começo eu sabia que não daria em nada. Você me fazia rir a cada duas palavras que dizia, mas eu não achava você bonito. E eu achava você muito menino. E enquanto você se apaixonava (e eu deixava) eu ia indo embora de fininho. E agora eu escrevo para pedir desculpas, eu não devia ter feito isso. Eu fui egoísta. Hoje eu lembro de você e eu queria agradecer, porque foi você que me fez ver que mesmo eu sendo eu mesma alguém poderia gostar de mim.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

De amor

Não sei o que fazer com essa carta de amor
escrevi há tantos anos
para alguém que eu nem sei.
Se eu colocar em uma garrafa,
e jogar no rio Tietê,
vai ser só mais uma poluição,
em um rio imundo...
Posso deixar na sua portaria,
mas você nem deve mais morar lá,
faz tanto tempo...
Não sei nem se você ainda vai aos mesmos lugares,
não posso deixar naquele bar...
O que fazer de uma carta de amor,
de um amor que não existe mais?

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...