domingo, 22 de maio de 2011

Segunda-feira

Eu não queria que você chegasse. Você, tão sem perspectivas, tão sem foco, sem objetivos concretos. Eu queria era jogar você fora, pular você, rasgar você do calendário universal. Claro que estou fazendo de você um espelho onde eu me encontro sem saída e sem vontade. Eu sei que você não é culpada, mas nesta fase da minha vida, você só chega para me lembrar o quanto eu estou perdida e sem nada.

Nenhum comentário:

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...