terça-feira, 16 de novembro de 2010

Penso

De tanto pensar alguns homens ficaram loucos. Eu não sou um desses homens, porque eu não penso em física, em filosofia, em nada que preste. Eu penso em aqui, em nós dois, em poesia e falta dela, em coisas que poderiam ser bonitas se não fossem tão feias. Eu penso no abismo e no silêncio. E eu não fico louca. Eu me silencio e eu me afasto.

Um comentário:

Bombom disse...

somos irmãs, está comprovado

Um conto

Ele acha que pipoca é comida cogumelo também mal mastiga pra engolir ela come doce com gosto de papel de sobremesa às seis da manhã ...