quinta-feira, 4 de junho de 2009

Cemitério

Sabe, eu resolvi escrever para você, porque hoje eu passei na frente de um cemitério, e ele me fez pensar que nunca é a hora certa de partir.

¨

3 comentários:

Marcos A. Rondineli disse...

Sabe, eu sou uma alma penando e você passou à porta de minha casa e me chamou à atenção, aí resolvi escrever também para você.

Tamiris disse...

Ow talvez, nós não identificamos a hora certa de dizer adeus, fazendo a gente se sentir triste quando chega ao fim...

Karla Spader Santiago Silva disse...

Garota, seus posts são impactantes. Mas tenho que concordar: nunca é a hora certa. O mais esperto faz a hora e jamais espera acontecer.

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...