domingo, 6 de abril de 2008

Passos

Deite, meu amor.
Se deite nesse chão cheio de passos antigos.
Aprenda a ler os passos,
Do que já passou por aqui.
Aprenda a não seguir passos
Do que voltou,
Porque não conseguiu ir.
Aprenda a ouvir os passos de seu pai.
Deite, meu amor
Escute alguém que chega
E pisa forte
Acho que é seu amor que vem.
Escute,
Não deixe que ele passe.

Nenhum comentário:

Disfunção

Esses dias eu descobri que tenho uma disfunção no cérebro. Fui diagnosticada por um médico. É mais ou menos assim: enquanto as coisas aconte...