sábado, 22 de julho de 2017

Cadáver

Hoje eu sou apenas um cadáver
com órgãos funcionando bem.
Quero encostar num banco de praça
e me deixar morrer.
Só que até isso exige uma força,
um adeus, alguma coisa
e eu não tenho mais nada.



Nenhum comentário:

O mundo tem tanto personagem

Ele demonstrou interesse logo de cara, chegou até a ficar desagradável se aproximando demais. Era um homem bonito, talvez um pouco meigo, ma...