terça-feira, 19 de janeiro de 2016

No fundo do barco

Será que sentar 
no fundo do barco e observar 
a terra ficar, 
a família acenar, o barco passar, 
só observar,
será que não se infiltrar 
é permitido nesse mundo?

Nenhum comentário:

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...