sexta-feira, 2 de maio de 2014

No amor, estranhamento

Os olhos amarelados
o cabelo macio
a pinta do lado esquerdo da boca
e a boca.

O abraço que cabe de forma exata
no meu braço
o beijo que tem o gosto
que eu gosto
a mão que sempre encontra
a minha.

O horóscopo dizia:
“no amor, estranhamento.”
No meu poema eu digo:
 “no amor, exatidão.”

2 comentários:

Vivian Reis disse...

Lindinha... É isso.
Aquarianos são irresistíveis... Piscianos, encantadores... Como que não daria liga?
Estava escrito nas estrelas sim! (:

Anônimo disse...

Lindo!

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...