domingo, 6 de outubro de 2013

Eu em silêncio

Eu não entendo como você consegue sobreviver em tanto silêncio.
Você diz que não tem nada a dizer, mas também não quer ouvir nada.
Vou parando de dizer aos poucos, parando, parando, par [silêncio]

Nenhum comentário:

A sua falta

A falta que me faz  a sua falta é leve não chega a doer mas deixa um vazio uma fisgada um sussurro  eu aqui sentindo falta ...