quarta-feira, 20 de março de 2013

banheira

Essa foi uma daquelas noites -
fiquei olhando para o teto do quarto
olhando, olhando, esperando.
Na cama, no sofá, no chão da cozinha:
esperei.
Nada da sua voz, do seu cheiro,
nem um sinal de você.
Aceitaria um suspiro do outro lado da linha,
uma tosse, o barulho de um carro de fundo,
um silêncio até - mas nem isso.
A espera foi tanta que os relógios todos da casa
sangraram mais do que eu.
Despejei água na banheira,
o barulho da água me fez chorar
lembrei daquela banheira de amsterdam
lembrei da sua saudade de mim.
Eu já fui a sua prioridade
a sua maior vontade
eu já fui.


Um comentário:

Anônimo disse...

Voce é minha maior vontade.

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...