terça-feira, 6 de novembro de 2012

Um remédio com gosto de mim

Tomei um remédio, mas foi ele que me tomou.
Um remédio com gosto de mim.
O dia inteiro o remédio ficou preso na garganta,
me lembrando o gosto da doença.
A doença que o remédio não cura.
Eu tomei um remédio para a doença de mim,
um remédio com gosto de doença.

2 comentários:

Anônimo disse...

Remédio tem dosemetria. A dose certa é cura. A dose errada é veneno. Veneno remédio. Obamis forward.

Anônimo disse...

"Dosimetria."O termo médico que foi pro tribunal.
errei a grafia. Desculpe, clarinha.

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...