segunda-feira, 5 de novembro de 2012

sim eu quero

Eu só fui para aquela praia duas vezes na vida, mas podia imaginar exatamente onde ele estava sentado. Podia sentir o cheiro de mar e ouvir o barulho da praia quase vazia. Eu só fui para aquela praia duas vezes, mas sabia a quantidade de coisas secretas que haviam lá, escondidas em cada beco. Ele conhecia tudo. E eu fiquei sentada na janela do quarto, olhando para o mesmo céu que ele, pensando em coisas que só ele me faz pensar. Se você quiser eu te levo, ele me falou ao telefone. Mas a noite entrou no meu quarto e eu dormi antes de dizer sim eu quero.

3 comentários:

Anônimo disse...

Você é minha praia, minha areia, meu mar.

Anônimo disse...

Da tua mão. Eu te levo.

Anônimo disse...

O que seria algo que é praia, areia e mar ?
Acho que a clarinha gostaria de estar na praia, e pronto.
Foi isso que ela quis dizer, e mais nada.
Clarinha, eu levo você. enlacemos as mãos...
sossegadamente, fitemos o mar e as ondas que quebram na praia.

Lixo

As pessoas acham poesia uma coisa tão babaca sem propósito lixo Eu faço poesia na minha cabeça enquanto observo as pessoas Enfio a mã...