domingo, 8 de maio de 2011

The sun is in you

Tem alguma coisa a ver isso de eu só gostar de músicas tristes? É normal, a vida é contraditória. Tudo é contraditório o tempo todo, e uma vez um homem que não falava português me disse: the sun is in you. Ele tinha um irmão especial, que não podia andar, e ele sabia ver as coisas de um prisma diferente. Ele me fazia chorar, mas ele nunca soube. Eu não chorava na frente dele. Ele me fez um enorme favor, de graça. Ele nunca soube (e nem pode mais saber) mas eu rezei para ele. Rezo para o irmão também, que eu nunca conheci. Eu rezo, porque eu sei que esse homem é especial, um anjo talvez. Eu não sei mais rezar muito bem, porque eu esqueci como se faz, mas eu sei que certas coisas Deus ouve melhor do que outras. Esse homem, que não falava português, falou the sun is in you, e eu escutava uma música triste quando ele falou isso. Eu portava uma tempestade silenciosa dentro de mim, e eu poderia passar horas chorando. Mas a vida é contraditória, e ele achou que eu portava o sol. E eu acho que ele é um anjo.

Nenhum comentário:

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...