terça-feira, 1 de março de 2011

Descostura

Eu sou uma boneca de pano.
O mundo,
a vida,
a morte e a falta
estão me descosturando.
Meus botões caíram,
minha roupa se desfez.
Não sou uma boneca de pano:
sou um monte de trapos.

Um comentário:

Anônimo disse...

O que eu faria por esse monte de trapos! Moveria sol, lua e estrelas de lugar!!!!!!!!!

Uel

Não me lembro em que momento eu te achei mais interessante abri a porta e me deparei com aquele bigode estranho mas o seu abraço ...