sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Hoje ainda aqui

Hoje, tudo que o mundo fez foi não acabar.
Eu só queria que ele acabasse
Aos poucos, devagarzinho.
Hoje, tudo que o mundo fez foi acabar.
Tudo ao mesmo tempo,
Desmoronando no chão.
Hoje eu acabei e o mundo ficou
-Flutuando nesse infinito tão mesquinho
Hoje eu não fiquei no mundo.
Não teve mundo nem infinito.
Nada disso importa,
Hoje nada mudou:
A solidão ainda existe e eu também.

2 comentários:

disse...

E tudo que eu queria era que o mundo acabasse... em silêncio.

felipe sanches disse...

"a cabeça atrofia o elo profundo do mundo."

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...