quarta-feira, 7 de outubro de 2009

The sweetest thing


Entrou ele primeiro no ônibus, depois ela. Ele tinha uma cara de bravo, era grande e forte. Contrastava completamente com a menina, que era quase uma bonequinha de vestido rosa. Ela segurava a mão dele e sorria. Ele pagou as passagens e foi procurar um banco. Ela soltou a mão dele e foi correndo se sentar no assento com a marcação amarela. Ele foi atrás dela com aquela cara brava, pronto para explicar que ali ela não poderia se sentar, pois era assento preferencial. Mas antes que ele abrisse a boca, a menina-bonequinha apontou para o adesivo na janela e disse com uma voz fininha:
-Papai, qual dessas menininhas você escolhe? Eu escolho a do bebezinho!
Para Vivi

6 comentários:

Pesa-Nervos disse...

bacana, hein?!
beijo ;)

Linamarina disse...

Acredito num mundo melhor? Não. Mas acredito em pessoas, essa menininha sabe ser e você sabe observar. Lindo!

Linamarina disse...

Acredito num mundo melhor? Não. Mas acredito em pessoas, essa menininha sabe ser e você sabe observar. Lindo!

felipe sanches disse...

O pato
(Vinícius de Moraes)

Lá vem o Pato
Pata aqui, pata acolá
La vem o Pato
Para ver o que é que há.


O Pato pateta
Pintou o caneco
Surrou a galinha
Bateu no marreco
Pulou do poleiro
No pé do cavalo
Levou um coice
Criou um galo
Comeu um pedaço
De jenipapo
Ficou engasgado
Com dor no papo
Caiu no poço
Quebrou a tigela
Tantas fez o moço
Que foi pra panela.

carne disse...

da vontade de chorar...

por Vivian Reis disse...

Aaah Clarinhaaaa! hahahahaha
Adorei o post! =D

solução

Hoje eu perdi o dia porque fiquei dançando no quarto. Eu sofro por dentro e meu quarto está uma bagunça, achei  melhor  dançar.