quarta-feira, 15 de abril de 2009

O passado é sempre engraçado

Enquanto eu não dou risada disso tudo, sofro em agonia. Enquanto não dou risada, crio rugas, bem pequeninas, que me fazem mais velha. Rôo minhas unhas que estavam grandes há tanto tempo. E sofro bem quietinha. Mas eu espero, ansiosamente, pelo dia que eu vou olhar para trás e achar tudo isso uma tremenda tolice.

E eu vou dar muitas gargalhadas, afinal, essa é a parte boa disso tudo.

7 comentários:

Palavras de Osho disse...

Sim! Rir do passado é ótimo! Faço isso sempre.

Rodrigo Guerreiro disse...

Pode até ser que olhe pra traz e nem ache tolice, mais encare como uma excelente experiência.. às vezes é até melhor assim.. não sei...De qlqr forma, rir dele! Não pq ele é bobo, mais sim pq não imaginava o quanto ele seria necessário!



Beijão Clarinha!!

Ariett disse...

Eu venho aqui para matar um pouquinho da saudade de você. Mas só resolve um pouquinho...

Revista Manequim disse...

Ai, mas tomara que as risadas sejam tão boas, mas tão boas que façam esquecer do sofrimento do passado!

Tbm passei para matar só um pouquinho das saudades que tenho de vc!

Um beeeeijo

Adriana Sandoval disse...

Ops... Saiu errado! ahhaahah
Sou eu a Revista Manequim!

meus instantes e momentos disse...

maneirissimo post, gostei do teu blog.
Maurizio

Ricardo Valente disse...

O passado passou. Interessante isso, né? Por mais doído, que seja o presente, jamais deixo me dominar por forças ocultas, que parecem e são eu. Às vezes, quase caio... mas no fundo, tenho a certeza, que aquelas horas perdidas, amadurecidas, serão vividas com êxtase. Masoquismo, para mim é LUZ! (Cuidado com o sentido, hehe) Beijo, linda!

Disfunção

Esses dias eu descobri que tenho uma disfunção no cérebro. Fui diagnosticada por um médico. É mais ou menos assim: enquanto as coisas aconte...