sábado, 1 de novembro de 2008

A sua boca não pode dizer adeus

Se for pra me dizer que vai
Não diz
Só se for pra ficar
É que eu vou ouvir.

Um comentário:

Vâmvú disse...

Putz! Não tem nem o que comentar...
Se pudessemos ouvir só o que queremos...
Bjs

poetinha

poetinha desligado  lê poesia pra mim tira soneca na rede anda descalço o que vai ter pra comer no café da manhã essa sereia ta...