domingo, 6 de julho de 2008

Trajeto

Eu sei que vivi demais. Vivi poucos anos, eu sei, mas vivi demais. Tenho marcas demais em cada canto do meu ser. Marcas que às vezes me fazem medrosa, às vezes me fazem insegura. Marcas que não me deixam dizer certas coisas, não me deixam amar o quanto eu deveria ou me fazem amar demais. Eu sei que eu te assusto algumas vezes com essas marcas. Porque elas parecem te deixar um pouco perdido na minha vida, você parece ficar meio fora de lugar com tantas delas. É muito passado para tão pouco do nosso presente. Mas não se preocupe, meu bem: você já é uma delas. Você já é a marca que eu mais gosto. Depois que você surgiu entre todas as coisas que vivi, eu já quase não me lembro do que vivi. Agora que você apareceu, entendo todos os lugares que eu já estive. Foi tudo parte do trajeto até os seus braços.

"O meu amor por você é feito de todos os amores que eu já tive" (V.D.M.)

4 comentários:

bianca disse...

E lá vai a M.Clara, suspirando e exalando amor.

adoro isso!

bjuss

William Maia disse...

O amor é mesmo lindo pra quem ama..

NANDA MAGALHÃES disse...

que lindo! unf

Eu,Pamela Gama. disse...

Me lembrou até aquela música do Jorge Vercilo. "Não se ofenda. Com meus amores de antes. Todos tornaram-se ponte. Pra que eu chegasse a você ..."

Disfunção

Esses dias eu descobri que tenho uma disfunção no cérebro. Fui diagnosticada por um médico. É mais ou menos assim: enquanto as coisas aconte...