sexta-feira, 27 de junho de 2008

Cartas para minha mãe - #1

Se eu te contasse que eu colei na prova, caí no chão, cantei alto, bebi demais, chorei, traí meu namorado, errei no tom, no passo, no jeito, que eu fiz os piores amigos, dei vexame, gritei, esqueci os bons-modos, falei palavrão e nem pedi licença para passar, se eu te contasse tudo isso, você conseguiria não dizer absolutamente nada e simplesmente me abraçar?

2 comentários:

S. Germano disse...

gostei demais das suas palavras!

Anônimo disse...

"é assim que tenque ser.. vivo a vida pra valer.. meu passado é mesmo assim -semore falam mal de mim- mesmo assim eu nao me canso e ao pecar me sinto um santo"

eu abraço!
acho que não abraçava de visse em você uma mulher falsa.
mais me parece humana, e perfeita nas imperfeições,

mãe é mãe! nao sei se ia abraçar bem na hora... mais quando vc tivesse dormindo ela ia dar um beijo e te cobrir melhor!! hihihi


beijos NANDA

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...