domingo, 25 de maio de 2014

9.855 dias

Depois de tudo que eu passei
continuo igual 
Desde que nasci, um feto perdido 
não mudei nada
Sou assim, estou assim
e assim sempre fui
Será que todo mundo sabe 
que acabei de chegar?

Nenhum comentário:

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...