quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Depois daquela mensagem

Tirou a mão do bolso, como se precisasse dela para falar, e enquanto olhava para o outro lado ele disse: pelo menos a sua dor você precisa carregar, ninguém vai carregá-la por você. Deixá-la de lado é um desperdício, um dia você vai acordar com a mandíbula doendo e vai precisar dela para enxergar o resto do mundo. Saí do quarto, mas senti como se alguma parte de mim tivesse ficado lá. O silêncio do corredor me assustou um pouco, mas eu estava concentrada demais nos meus pensamentos e esqueci de me assustar. Enxergar o resto do mundo. 

Nenhum comentário:

Lixo

As pessoas acham poesia uma coisa tão babaca sem propósito lixo Eu faço poesia na minha cabeça enquanto observo as pessoas Enfio a mã...