domingo, 2 de setembro de 2012

Agosto

Agosto é um horror. Agosto é um mês amargo pra caramba e dói, como dói. Os dias passaram em agosto como pequenas lâminas na garganta de um gatinho. Foi assim que passou agosto. Mas ele passou, e deixou setembro no lugar. Largou-o na porta da minha vida. Eu não abri a maldita porta, porque agosto havia me feito sangrar, mas setembro não ficou parado: ele abriu a porta sozinho. Maldito agosto, maldito setembro, maldito gatinho.

Nenhum comentário:

Disfunção

Esses dias eu descobri que tenho uma disfunção no cérebro. Fui diagnosticada por um médico. É mais ou menos assim: enquanto as coisas aconte...