quinta-feira, 3 de maio de 2012

No travesseiro

Quando você não dorme em casa eu já chego desanimada do trabalho, porque eu sei que não vai ter nada no meu travesseiro. Nenhuma surpresinha, nenhuma maquiagem, nenhum docinho, nada. Ontem eu fiquei imaginando como vai ser quando eu sair de casa, ou você sair. Não consigo nem pensar a tristeza sem fim que vai ser saber que nunca, nunca mesmo, nenhuma surpresa vai estar me esperando no travesseiro.


Para minha irmã

2 comentários:

Douglas Picchetti disse...

putz, meu! fazia tempo que eu não entrava aqui, hein? que saudades das suas palavras doces, clarinha linda! sou tão seu fã! mas TÃO...

Anônimo disse...

Colocarei todo dia um pouco de amor debaixo do seu travesseiro, minha formiguinha querida.

solução

Hoje eu perdi o dia porque fiquei dançando no quarto. Eu sofro por dentro e meu quarto está uma bagunça, achei  melhor  dançar.