quarta-feira, 25 de abril de 2012

sete de março de dois mil e doze

Eu ia te fazer uma surpresa. Chegar no seu trabalho logo cedo e ser a primeira a dar parabéns. Quando cheguei, você digitava coisas, super concentrado no computador. Nem me viu. Fiquei parada na sua frente por alguns segundos. Até a hora em que você levantou os olhos. A surpresa foi toda minha. A sua cara. Eu nunca vou me esquecer da sua cara. Você mudou completamente a feição. De bravo e sério para um sorriso de orelha a orelha. Tudo no seu rosto sorria. Foi como se você tivesse visto a coisa mais linda do mundo. Mas não, era eu. Você estava louco de felicidade porque eu estava ali. De todos os "eu te amo" que você disse para mim, esse foi de longe o mais lindo.

Nenhum comentário:

Lixo

As pessoas acham poesia uma coisa tão babaca sem propósito lixo Eu faço poesia na minha cabeça enquanto observo as pessoas Enfio a mã...