terça-feira, 8 de novembro de 2011

coração disparado

Eu não consigo dormir
não consigo escrever
e eu não sei como voltar
à minha vida.

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...