quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Para um menino sem nada

Vinícius, o poetinha, escreveu para uma menina com uma flor. Um poema lindinho. Coisas pequenas, parece de criança. Eu escrevo para um menino sem nada, um menino que não me deu uma flor, e por isso eu não poderia ser a menina com uma flor.

Um comentário:

Anônimo disse...

Dou a você todas as flores do mundo!!!!!!!!!!!

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...