segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Susto

Eu não sabia que a música ainda não tinha acabado, e quando ela voltou a tocar eu levei um susto. Um susto bom, claro. Um susto tão bom quanto daquela vez que você me flagrou bocejando alto. E você falou comigo. Você nunca falava comigo.

Nenhum comentário:

poetinha

poetinha desligado  lê poesia pra mim tira soneca na rede anda descalço o que vai ter pra comer no café da manhã essa sereia ta...