terça-feira, 7 de setembro de 2010

Barco a remo

Eu também não sei remar.
Estou no barco ao lado, com os meus remos também inúteis.
Te conforta saber que a correnteza do rio é forte?
Ela está nos levando para algum lugar.
Não sei bem aonde,
Mas o barulho do rio é bom.

2 comentários:

Anônimo disse...

Quando voce desce desse barco para entrar no meu?

Douglas Picchetti disse...

Que saudades que eu tava daqui, fiquei horas lendo.

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...