domingo, 15 de agosto de 2010

A língua dele

-Você fala português? Ele me perguntou. Aquela foi a primeira coisa que ele me falou. Antes de qualquer outra coisa, foi o nosso primeiro contato. É claro que pareceria ridículo fora do contexto, mas o fato é que mesmo dentro do contexto foi ridículo. Se eu falo português... Isso é pergunta para se iniciar uma conversa?
Acontece que aquela foi a única coisa ridícula que ele me falou até hoje. Tudo que procedeu aquela pergunta foram as coisas mais interessantes que alguém já me falou.

Nenhum comentário:

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...