domingo, 25 de julho de 2010

Pescador

A memória de peixe às vezes bate na gente, e a gente esquece completamente que um dia sofreu. A gente pensa que nunca existiu nada disso antes, mas é só a memória de peixe. Algumas pessoas não entendem nada de mar, e chamam isso de amor.

2 comentários:

Grasi disse...

Como a gente insiste em ter memória de peixe, né?!
Bjão e um ótimo começo de semana.

Anônimo disse...

Amo você, peixinha...

guerra

Escapei ilesa do primeiro beijo no portão da casa No segundo eu vacilei te levei  comigo O resto eu nem sei me apaixonei me ...