segunda-feira, 19 de julho de 2010

Elipse

Farei como certo poeta escreveu uma vez, porque ele tem razão.
Não pronunciarei a palavra amor.
Esta santa palavra, de minha boca não sairá.
Se um dia pensares que não o amo, que o fim chegou,
não o penses, se o problema for o meu silêncio.
O amor não será dito, ele será um segredo de nós dois.
Não posso correr o risco de soltar a palavra aos ventos,
e deixá-la fora do meu peito.

2 comentários:

Grasi disse...

Nas palavras de um poeta parece tudo tão fácil, né?!
Bjão lindona e um começo de semana super iluminado.

Anônimo disse...

Corra esse risco por mim, por favor...

seu peito

seu aperto no meu corpo seu cheiro de cigarro suas poesias  repetidas seu repertório de canções suas piadas praça é nossa ...