sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Não vá

Por favor, não vá.
Parei de esperar
que você seja outra pessoa.
Por favor, não vá.
Acho que aprendi
a enxergar você.
Não vá,
eu quero te conhecer.

4 comentários:

felipe sanches disse...

O novo.
(Felipe Sanches)


Se só agora te desvendo,
de uma vez por todas,
é porque entendo
que já está na hora
de me ocupar com ti.

Prefiro descobrir cada tom,
cada cheiro, cada som
e o gosto especial
de maneira natural,
cada parte em seu tempo.

Se antes me neguei a te ouvir
foi por me sentir incapaz
de forjar satisfação
pela sensação proporcionada
pela tua presença, forçada.

Agora, me sinto leve o suficiente
para me entregar ao desafio
de, contente, te absorver
de forma livre e plena
e, sem fazer cena, curtir.

Priscila Rôde disse...

Veio em minha mente alguém de joelhos suplicando..

O.o

Adorei!

Inara Vechina disse...

engraçado, parece que ficou um silêncio nas entrelinhas.eu gosto mto de "ler" esses silêncios.=)

Anônimo disse...

Perdi minha chance?

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...