segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Como será o seu adeus?


Como será o seu adeus?
Penso que algumas coisas serão inevitáveis,
e que se entre elas o adeus for também,
espero que seja olhando nos olhos.
Não quero um adeus só na voz.
Quero ver o seu olhar de quem não volta,
- se você decidir não voltar mais.

Um comentário:

felipe sanches disse...

não quero me intrometer (sei que esta é uma postagem direcionada para alguém), mas gostaria de fazer uma consideração sobre o tema.
acredito que o verdadeiro adeus jamais é instantâneo; ele tem duração (uma ou mais vidas) e intensidade proporcionais à magnitude da ligação espiritual entre os seres envolvidos. o adeus é dado durante o tempo da relação, de modo que, se ela for eterna, o mesmo nunca se concretizará por completo.

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...