terça-feira, 29 de setembro de 2009

Acabei nem dizendo

Se eu não soube me despedir
A vida fará isso por mim
Um dia, por fim
Enquanto eu estiver distraída
Ou enquanto eu dormir

Que seja enquanto eu durmo, para que eu não veja o último instante
Que seja incompleto, para que eu fique com o restante

Eu nunca vi isso antes

Nunca vi essas cores, esses sinos, essas flores
Tudo que há no seu peito
Tudo que causa esse efeito

Mas se eu implorar mais um adeus,
Se jurar partir para nunca mais
Me segure
Me peça para ficar
Me impeça de falar
Não deixe que eu parta
-ao meio
jamais

5 comentários:

felipe sanches disse...

"que esse laço de afeto seja apertado agora ou desatado para sempre."

Bia Melo Villas Bôas disse...

Fantástico.

Bianca BIH Bibiano disse...

linda, como sempre
e cada dia mais "de moraes"

Anônimo disse...

Clara, até quando?
Até quando você vai sonhar com um outro, até quando?...

Estevam disse...

Muito bonita mesmo, Maria Clara!Inspirada!

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...