quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Me basta


Para mim, me basta que tu me olhes.
Não preciso de muito: de presentes ou promessas.
Não preciso tocar o teu corpo, não preciso beijar os teus lábios.
Me bastam os teus olhos cheios de vontade do que não pode ser.
Me basta a tua vontade.
Que quando falas, tuas palavras são doces, mesmo que fales de abandono e solidão.
Que quando me beijas, são os teus beijos que desejo.
Mas para mim, me basta o teu olhar.
É do teu olhar que eu tiro toda poesia.

5 comentários:

Moderador disse...

lindo heim..sua autoria?

Le

Maionese disse...

Lindo !! Como escreveram aí em cima.. é de sua autoria ???

Maria Clara Moraes disse...

Sim sim! Fui eu que me inspirei e escrevi para uma pessoa absurdamente inspiradora.

Maria Clara Moraes disse...

ah, e obrigada mesmo!

estevam disse...

O olhar...sempre "falando" mais do que as palavras.Gosto muito do que você escreve.Sempre bom de ler.Parabéns!Então, falando de olhar, vai aqui o que rascunhei dois dias atrás:

Hoje acordei querendo te falar tanta coisa,mas preferi o silêncio.
Palavras não diriam tudo.

Coloco meus olhos nos teus e minha alma se desnuda por completo.

Nessas horas você sabe,
Você me conhece,
Entende o pulsar dos meus sentidos
Percebe minha entrega...
e sorri...
Sou apenas um menino em suas mãos.


Um abraço

solução

Hoje eu perdi o dia porque fiquei dançando no quarto. Eu sofro por dentro e meu quarto está uma bagunça, achei  melhor  dançar.