segunda-feira, 23 de março de 2009

Vão-se os dedos e os anéis

Eu fujo sim. Porque um dia eu dei a mão e não ficaram dedos e nem anéis.
¨

Nenhum comentário:

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...