sexta-feira, 13 de março de 2009

Enough.

Eu espero, tão conformada com a vida, que ela me traga alguma coisa extraordinária. Nada menos. Já me bastam as coisas ordinárias do dia-a-dia. Já me bastam os muitos 'nãos' e os poucos 'sims' que eu recebo. Já me bastam as mentirinhas diárias e as pequenas gargalhadas. Já me bastam. Quero algo extraordinário. Eu quero olhar para alguém como o meu pai olha para minha mãe. Mas eu quero alguém que me olhe de volta. Já me bastam as desistências covardes que me surgiram. Mas talvez o segredo seja outro, talvez o segredo seja não esperar.
¨

6 comentários:

Vâmvú disse...

Perfeito! Talvez seja esse mesmo o segredo de tudo... não esperar.
Bjs

fernando muylaert disse...

muito bom.

Juliana disse...

Perfect!

Adriana Sandoval disse...

Sabe aquela história das borboletas do jardim? É mais ou menos isso. Vc cultiva o seu jardim só para deixá-lo belo. Uma hora as borboletas aparecem. E, mais que isso, as flores também!

Beijos

Rodrigo Guerreiro disse...

É, realmente não esperar pode ser o segredo... mais é dificl não esperar né? e as vezes da medo de perder por não ter esperado

Eu,Pamela Gama. disse...

Ah ! voce escreve tudo tudo tudo exatamente que eu sinto!

Viela, montanha, isolamento

Por que desviei? Por que não observei, por que não ouvi o seu chamado? Em que viela, montanha, isolamento eu estava? Quando você apar...