sexta-feira, 17 de outubro de 2008

In-definitivo

Quando você foi embora eu descobri que nada é definitivo. Quando eu fui embora eu estava com medo de ficar definitiva. Hoje eu só quero que dure até amanhã.

4 comentários:

Vâmvú disse...

E o que é o definitivo... ou o etéreo?
Se o amanhã já é muito... ou tudo...
Maravilhoso o que escreve.

Paulinha disse...

Clarinha!
Não abandonei meu blog, apenas estava sem tempo para postar!
Agora retomei a rotina!

Adoro seus textos!

Beijos!

Sarah Germano disse...

agente aprende que o defintivo na verdade é muito bom, e que também não é uma escolha; é um fato!
adoro seus textos clarinha!
e que falta que vc faz na aula!
bjos

PL disse...

Continua escrevendo MTOOOO parabéns Claraa....bjos moça!!!!!

Disfunção

Esses dias eu descobri que tenho uma disfunção no cérebro. Fui diagnosticada por um médico. É mais ou menos assim: enquanto as coisas aconte...