sexta-feira, 17 de outubro de 2008

In-definitivo

Quando você foi embora eu descobri que nada é definitivo. Quando eu fui embora eu estava com medo de ficar definitiva. Hoje eu só quero que dure até amanhã.

4 comentários:

Vâmvú disse...

E o que é o definitivo... ou o etéreo?
Se o amanhã já é muito... ou tudo...
Maravilhoso o que escreve.

Paulinha disse...

Clarinha!
Não abandonei meu blog, apenas estava sem tempo para postar!
Agora retomei a rotina!

Adoro seus textos!

Beijos!

Sarah Germano disse...

agente aprende que o defintivo na verdade é muito bom, e que também não é uma escolha; é um fato!
adoro seus textos clarinha!
e que falta que vc faz na aula!
bjos

PL disse...

Continua escrevendo MTOOOO parabéns Claraa....bjos moça!!!!!

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...