quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Linguiças, tremas e unhas roídas



Hoje eu não vou postar nada, mas só porque hoje nada me inspirou. Não acho legal esse negócio de ficar enchendo lingüiça só para atualizar o blog.

E por falar em lingüiça, a trema, que antes tinha nesta palavra, não terá mais em 2009. A trema será extinta. Essa geração da internet ajudou a mudar bastante a acentuação da língua portuguesa, e eu particularmente achei isso muito bom. Já é tudo muito complicado na nossa língua e a trema não serve para nada.

Acho que podemos até marcar uma festa de despedida para ela, a trema. Afinal, é uma viagem só de ida ao céu das coisas extintas. Será que existe um céu de coisas exintas? Acho importante saber disso porque aqueles adesivos brilhantes que eu colecionava quando era pequena agora devem estar nesse céu. Junto com algumas barbies e algumas manias minhas, como roer unhas, que eu consegui parar no ano passado.

5 comentários:

Bombom disse...

hahahaahahahahahahahahhahahaahahahahahahah, muito bom!
Quero convite pra essa festa!

Pakelekiaaa disse...

to total convidada né?
e por favor, quando descobrir se este céu mesmo existe, me fala onde que eu to atras de algumas manias minhas tambem!!!

meu beijo gatinhaa

Bianca BIH Bibiano disse...

meu, amei esse texto, muito sua cara, muito mesmo!!!

e só vc pra me fazer rir nesses momentos.

bjus e valeu pela cerveja hj!!

William Maia disse...

Não concordo.. Simpatizo com a trema. Vou sentir sua falta, coitada.

Na verdade, não vou sentir.
Resistirei. Continuarei escrevendo seqÜencia, eqÜestre, lingÜiça.

Vai ser difícil agÜentar. Aposto que no futuro os netos dos seqÜelados que acabaram com a trema, passarão a dizer sekela, e outras muitas seqüelas sobrarão pro nosso querido português.


Saudades do seu blog. Desculpe a ausência.

William Maia disse...

Agora sim! dããp..rs

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...