domingo, 15 de junho de 2014

Existir

Toda vez que eu digo algo,
eu queria dizer mais
toda vez que eu me calo,
eu grito por dentro.
Mas é assim mesmo
a gente existe com tantas dúvidas
e a gente deixa passar coisas
sem saber a importância delas.
Hoje pode não ser nada,
mas amanhã pode provocar um tornado
em algum canto do mundo
ou dentro da gente.

Nenhum comentário:

Censura

Se escrevo essa poesia agora é porque ainda ninguém me parou ela só está neste pedaço de papel porque ninguém o encontrou e picotou. Se...