quarta-feira, 17 de abril de 2013

Por que, Prata?

Chorei agora com um texto besta, mais um, do Antonio Prata sobre a esposa que está grávida. Chorei porque eu continuo achando que ninguém vai escrever um texto bonito pra mim daquele jeito, muito menos quando eu estiver grávida. Chorei porque a gente vê que o Antonio Prata tem uma admiração pela mulher que é digna de um altar, chorei porque essa admiração é um sonho pra mim. Eu já tenho o sonho totalmente frustrado de ser ter pessoas que admirassem o meu trabalho, então que pelo menos eu tivesse um homem que admirasse a minha pessoa e só. Mas admirasse como o Antonio Prata admira a mulher, como meu pai admira a minha mãe, como um homem deve admirar a sua mulher. Eu sonho com isso, e sinto que nunca vou ter. Se não fosse o Prata pra me lembrar disso hoje, seria mais um dia que passaria batido, sem que eu me lembrasse que há homens que admiram as suas mulheres.

Um comentário:

Anônimo disse...

Admiro você, mesmo não sendo o que você escojheu para chamar de seu.

Lixo

As pessoas acham poesia uma coisa tão babaca sem propósito lixo Eu faço poesia na minha cabeça enquanto observo as pessoas Enfio a mã...