quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Que compra

Se tempo fosse de graça...
Mas cura caro, muito caro
e eu não tenho ainda
o dinheiro que compra o tempo

Nenhum comentário:

guerra

Escapei ilesa do primeiro beijo no portão da casa No segundo eu vacilei te levei  comigo O resto eu nem sei me apaixonei me ...