domingo, 3 de maio de 2009

Coleção


Coleciono últimos olhares. Aquele de antes de perder-se por trás da curva, aquele de quem sabe que não volta, aquele que é o último. Gente que vai embora tem um olhar especial de partir.

Coleciono também sorrisos, de todos os tipos. Não só os últimos, porque eu não aguentaria: são tristes demais. Eu seria muito triste se guardasse só últimos. O meu sorriso preferido é um que não aparece só pela boca. Ele deixa os olhos pequenininhos, aparece no rosto inteiro e o resto do corpo. É um sorriso de corpo inteiro. Teve uma pessoa que não deixou nenhum sorriso para eu guardar e por isso a minha coleção nunca vai estar completa. Passarei o resto da vida sem aquele sorriso que faltou na minha coleção. Passarei o resto da vida procurando-o em outras bocas que sorriem no mundo. E se eu não encontrar, não importa, porque eu tenho tantos outros. E eu tenho o meu, que vai estar ali quando eu sentir falta, mesmo que ninguém note.
¨
Sabe, eu acho que ando colecionando só os últimos sorrisos, e talvez isso explique a minha tristeza.

¨

Nenhum comentário:

Disfunção

Esses dias eu descobri que tenho uma disfunção no cérebro. Fui diagnosticada por um médico. É mais ou menos assim: enquanto as coisas aconte...