sexta-feira, 4 de abril de 2008

Incomunicação

-Ei, quando foi que você parou de sorrir?
-No mesmo dia que você deixou de notar.
-Mas eu nunca deixei de notar... Nem por um dia. Tenho até saudades de você sorrindo.
-Pois devia ter me falado, você desperdiçou milhares de sorrisos que eram para você.

Nenhum comentário:

À noite

Sempre gostei mais da noite ficava sozinha no meu quarto  com livros de poesia do Vinicius de Moraes algumas eu não entendia a luz ...